Rádio Big Rock

Translate

9 de outubro de 2018

Samsung Best Of Blues – Auditório do Ibirapuera (Palco Externo) 16-09-2018

Foto: Roberio Lima

O Samsung Best Of Blues já cravou sua existência no calendário caótico de eventos que acontecem na cidade de São Paulo. O palco externo do Auditório do Ibirapuera se transforma no centro das atenções quando cede seu espaço para atrações promovidas pela famosa marca de eletroeletrônicos. Como o evento é voltado para as guitarras, sempre uma atração de grande apelo nesse instrumento encabeça o cast. Esse ano, a produção manteve o capricho na escolha dos artistas e trouxe Tom Morello (que dispensa apresentações) e John 5, que possui em seu currículo passagem pelas bandas de David Lee Roth, Robie Zombie e Marlyn Manson (acho que vem das duas últimas seu lado mais esquisitão). E para reforçar o cardápio de atrações, duas formações brasileiras; - Isa Nilsen e Camarones Orquestra Guitarrística. E antes das guitarras comerem soltas no palco, rolou a já tradicional coletiva de imprensa com os artistas na área interna do auditório. (Faremos um rápido apanhado do que rolou nesse espaço, para em seguida relatar os melhores momentos dos shows).

Foto: Roberio Lima

Foram disponibilizados vinte minutos para que a imprensa fizesse as mais variadas perguntas aos artistas. Isa Nilsen foi questionada sobre como conciliaria sua carreira solo com as atividades da Volkana (que retornou aos palcos recentemente), a guitarrista revelou, no entanto, que já não fazia mais parte da banda e que já se dedicava desde então a sua carreira solo. Já o ‘Camarones’ esteve representado pela baixista Ana Morena, que disse aos repórteres, que a experiência de estar no mesmo palco de grandes expoentes da música mundial é uma grande conquista para o combo formado no Rio Grande do Norte. Tom Morello e John 5 foram os mais solicitados, e responderam desde a possibilidade de trabalharem juntos em projetos futuros até questões relacionadas ao já conhecido ativismo de Tom, que na apresentação de Porto Alegre, havia pedido justiça para Marielle Franco (vereadora eleita pela cidade do Rio de Janeiro, e que foi brutalmente assassinada em um crime ainda sem solução). Os míseros vinte minutos passaram rapidamente e os artistas já se posicionavam para as últimas fotos. Afinal, já era hora de mostrar o poder de fogo no palco! 
Antes de finalmente relatarmos o que aconteceu no palco, é preciso registrar o ótimo tratamento dispensado para os profissionais da imprensa nesse evento pré-show. 

Isa Nilsen foi a primeira a subir no palco e sua apresentação não chegou a durar trinta minutos. O fato é que o talento da jovem artista está muito acima da média e, mesmo tento pouco tempo para mostrar seu trabalho, conquistou o público que já se fazia presente em bom número naquele momento. A  saideira se deu com uma versão instrumental de “Going Down” do clássico ‘disco da laranja’ do mestre Jeff Beck.  

Foto: Roberio Lima

Bastaram alguns minutos para que o Camarones Orchestra Guitarrística já se posicionasse no palco para uma aparição alucinante. Entre a dupla de guitarristas, formada por Anderson Foca e Fausto Alencar (que fizeram um belo trabalho no palco!) havia uma ensandecida Ana Morena arrepiando com seu baixo e deixando muito marmanjo de queixo caído. 

Bastou uma piscadela para que o grupo potiguar deixasse o palco para que fosse preparado para receber John 5. E não demorou muito para que o ‘homem’ tomasse o palco para uma apresentação que foi ensaiada no intuito de não sair da memória dos que estiveram no Parque do Ibirapuera. O setlist foi pensado para que não houvesse chance de desagradar o público paulista; - uma mistura de performance teatral com uma pegada endiabrada no instrumento de seis cordas garantiu a alegria de um Ibirapuera já totalmente lotado. Impossível não destacar a versão de “Enter Sadman” e um medley que incorporou praticamente todos os riffs clássicos do rock. Nem é preciso dizer que o músico foi ovacionado ao fim de sua apresentação. 

Foto: Roberio Lima

Finalmente chegava a hora da atração principal e Tom Morello é daqueles artistas que já não precisa provar mais nada. Com uma carreira respeitada e com material consolidado em formações que fizeram história no mundo do rock, não era possível imaginar algo que não fosse acima da média. Tanto no Rage Against The Machine, Audioslave e mais recentemente com o Prophets Of Rage, seus fãs sempre puderam apreciar um material gabaritado. “It Begins Tonight” do disco solo “World Wide Rebel Songs” foi o número de abertura e teve na sequência “One Man Revolution” do álbum homônimo de 2007. Já na terceira canção, relembrou os tempos de Audioslave e dedicou “Cochise” ao ex-companheiro de banda Chris Cornell (que cometeu suicídio em 2017). 

Foto: Roberio Lima

O setlist foi bem variado e contou com versões de “Time” (Pink Floyd) e “Mr. Crowley” (Ozzy Osborne). Você, raríssimo leitor, deve estar perguntando; - será que tocou Rage Against? Obvio que sim! Além de “Gerrilla Radio” sacramentou o jogo que já estava ganho com “Sleep Now in the Fire” e o gran finale veio em forma de “Killing in The Name”. Aos últimos acordes do clássico do R.A.T.M. já se anunciava a hora de voltar para casa, afinal para muitos a segunda-feira já se tornava uma realidade cruel. 




Setlist Tom Morello: 


It Begins Tonight
One Man Revolution
Cochise (Audioslave)
100 Little Curses (Street Sweeper Social Club) 
Vigilante Nocturno
Little Chord Progression
Mr. Crowley (Ozzy Osborne) 
Time (Pink Floyd) 
Gerrilla radio (Rage Against The Machine)
Ghetto Blaster (Street Sweeper Social Club)
The Ghost of Tom Joad (Bruce Springsteen)
The Road I Must Travel 
Sleep Now In The Fire (Rage Against The Machine)
Killing in The Name (Rage Against The Machine)



Setlist John 5:

Flight of the Vulcan Kelly
Six Hundred and Sixty Six Pickers in Hell, CA
Here´s to the Crazy Ones 
This is My Rifle 
Hell Haw
Season Of The Witch
Enter Sadman (Metallica) 
The Black Grass Plague 
Making Monsters
Covers Medley   




Por: Roberio Lima

Agradecimento pelo credenciamento: Luiz Carlos Franco - Primeira Página Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário