Rádio Big Rock

Translate

18 de dezembro de 2018

Pavio: Do hardcore ao Thrash em manifestação no som

Foto: Divulgação

De linguagem agressiva e letras que expressam manifestação e grito de socorro, PAVIO, apresenta em seu som um alto contexto social e político, junto a músicas aceleradas, batidas rápidas e riffs de guitarra que regem as faixas. 
A receita do PAVIO está na autenticidade do seu som, na sua atitude, e é claro na energia dos shows.  

A banda que apresenta um hardcore com pegadas de thrash, segue preciso no novo single "Execução Sumária"’, lançado nas principais plataformas de Streaming via Electric Funeral Records. 

"Execução Sumária" é uma prévia do EP que será lançado em 2019. O single também ganhou videoclipe: https://youtu.be/c0lk180QWCg

Em uma conversa descontraída, a banda fala sobre o seu mais novo lançamento, EP e planos futuros:  

Por que resolveram montar uma banda? Musicalmente, o que isso traz de diferente à proposta musical que já existe no mercado?
PAVIO: A banda PAVIO surgiu de uma reunião de integrantes de outras bandas do Rio de Janeiro como P.R.O.L.,Força & Honra,N.D.R.,Venore,Costa Real e Chapakenti. Veio da vontade de fazer um som diferente do que já faziam em suas bandas de origem.Musicalmente uniu diversas influências dentro do som pesado.

Como as letras/músicas canalizam o estado de espirito de vocês? Quais são as críticas ou mensagens que a vocês jogam ao diálogo com o ouvinte?
PAVIO: As letras e músicas que fazemos nos traz uma forma de dar um grito contra as mazelas que enxergamos em nossa sociedade.Tentamos passar a nossos ouvintes o quão importante é nossa participação nas decisões sobre quem nos governa por exemplo.Não devemos nos omitir.O quanto nos tornamos decadentes como sociedade com problemas sobre racismo,homofobia,sexismo etc.O quanto cada um de nós é responsável por nossa evolução,bem estar,respeito ao próximo e um futuro mais digno para nossos filhos.

Como driblar esses percalços de se ter banda e continuar na ativa fazendo som pesado no Brasil?
PAVIO:  Ter banda no Brasil e ainda fazer som pesado sempre foi e será difícil e o que nos move é a paixão por toda essa engrenagem.Com certeza para driblarmos toda dificuldade que encontramos é produzindo nós mesmo tudo o que precisamos,desde gravações,merch e até mesmo alguns shows com apoio de bandas amigas.Nesse ponto a amizade entre bandas que tem o mesmo objetivo traz um resultado muito bom.O famoso ¨do it yourself¨funciona e nos mantém com a esperança de um reconhecimento em busca de melhores condições de divulgarmos nosso trabalho.

Destaquem duas músicas e comentem um pouco sobre cada uma:
PAVIO: Sobre nossa single ¨Execução Sumária¨é uma música que destacamos sobre a dominação dos povos indígenas,apropriação de suas terras e riquezas¨com abandono da cultura.Trazendo até os dias de hoje, percebemos que não mudou muita coisa quando se trata de guerras por domínios territoriais onde imperam a violência e o extermínio dos nativos em questão.Em suma,vidas ceifadas em troca de progresso e riquezas  para os dominantes. Em nosso EP também intitulado ¨Execução Sumária¨destacamos a música ¨Mulheres Fortes¨com participação da vocalista Lorraine Quadros da banda carioca Quantum.Nela damos um grito contra os atos de feminicídio e preconceito da sociedade quanto as capacidades e direitos da mulher. Outra faixa com participação especial de Pascoal Melo da banda Cervical(Macaé) é ¨Estado Livre¨.Nela fazemos uma crítica ao nosso sistema enquanto país de terceiro mundo.Desde a época de Brasil colônia se estendendo até os dias atuais sendo explorados e a população submetida a condições degradantes de sobrevivência.Enquanto isso a ganância pelo dinheiro e poder continua imperando nas mão de nossos péssimos governantes.  


Para conhecer mais e ficar por dentro das atualizações e do som do PAVIO, curta e siga a banda:



Agradecimento: Sylvia Sussekind - Collapse Agency

Nenhum comentário:

Postar um comentário