Rádio Big Rock

Translate

12 de julho de 2018

Kisser Clan – Theatro Net


Foto: Roberio Lima


Historicamente, o Heavy Metal e o Rock em geral, sempre estiveram ligados a causas nobres. Saber que bandas e artistas ligados ao rock disponibilizam de espaços em suas agendas para se dedicar a esse fim, é sempre digno de nota. 
Dessa vez, o motivo seria a celebração ao Dia Mundial do Refugiado (20 de Junho), e o Theatro Net, em São Paulo foi o local viabilizado para receber o Kisser Clan - projeto que tem como base Andreas Kisser e Yohan Kisser nas guitarras, e conta ainda com Gustavo Giglio (baixo) e Amilcar Christófaro (bateria). O projeto celebra clássicos do metal, e para um evento marcado para uma terça-feira a noite, o amor por esse estilo tem que prevalecer. O Theatro Net definitivamente não é o local mais apropriado para receber esse tipo de evento e seus lustres imponentes definitivamente não ornam com o som barulhento que seria apresentado naquela noite. O fato é que o publico também não era aquele que estamos acostumados a encontrar em eventos dessa natureza, e é até estranho ouvir canções como "Ace Of Spades" ou "Balls To The Wall" sentado em uma confortável poltrona, sem tocar a tradicional 'air guitar' e agitar a cabeleira, que em muitos casos, é apenas mais um adereço de um passado distante.

A apresentação teve inicio no horário marcado e o público que não chegou a lotar a casa, recebeu uma enxurrada de clássicos com interpretações convincentes. Andreas Kisser mandou muito bem nos vocais e com uma pegada segura, não decepcionou os que estão acostumados a vê-lo em ação somente nas seis cordas. Yohan já se mostra um herdeiro natural do legado do pai. Sua postura no palco é digna de nota e teve momentos de destaque quando cantou as versões de Black Sabbath. Yohan foi anunciado recentemente como o novo guitarrista do Sioux 66, esse novo desafio certamente trará a experiência que ainda falta para o jovem musico.

Andreas Kisser procurava interagir com o público e não escondia o prazer por poder tocar os clássicos que influenciaram sua carreira e que marcaram história na música pesada. Dava para ver o orgulho por poder tocar ao lado do filho, um grande privilégio para quem sempre protagonizou momentos importantes na música. Aliás, um setlist que não tinha como dar errado. Accept, Kiss, Motörhead e Scorpions foram algumas das bandas lembradas e tiveram uma boa resposta da platéia, que apesar de bastante comportada, cantava os refrões e acompanhava as letras com entusiasmo. Amílcar tinha a sua disposição um kit bem mais modesto do que está acostumado em sua banda principal, mas como não poderia deixar de ser, tirou o melhor do instrumento com sua técnica apuradíssima. Gustavo Giglio também procurava interagir com o público e não escondia a alegria de poder tocar com o ídolo de outrora. 

Foto: Roberio Lima


No final das contas, os que compareceram ao Theatro Net, tiveram a oportunidade de prestigiar uma excelente apresentação de grandes músicos brasileiros e ainda contribuíram com uma causa mais que justa (a renda arrecadada com a venda dos ingressos foi revertida para o instituto de Reintegração do Refugiado). A questão dos refugiados está muito próxima de nossas vidas. A causa é urgente e precisa ser tratada com toda atenção pelos governantes de cada pais.  Ninguém está livre de se tornar mais um expatriado.




Setlist Kisser Clan:

Ace Of Spades (Motörhead cover)
Stay Clean (Motörhead cover)
Master Of Puppets (Metallica cover)
You´ve Got Another Thing Comin´ (Judas Priest cover)
Rock ´n´Roll Damnation (AC/DC cover)
The Zoo (Scorpions cover)
War Pigs (Black Sabbath cover)
Balls To The Wall (Accept cover)
The Trooper (Iron Maiden cover)
Refuse/Resist (Sepultura cover)
Enter Sadman (Metallica cover)
Rock and Roll All Nite (Kiss cover)
Paranoid (Black Sabbath cover)




Por: Roberio Lima
Agradecimento pelo credenciamento: Carlos Gilberto - Arte Plural Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário