Rádio Big Rock

Translate

8 de abril de 2019

King in The Belly lança single "Augusta¹s Limits"

Foto: Katia Gomes

A banda King In The Belly acaba de lançar pela Ditto Music Brasil o seu novo single, “Augusta’s Limits”. A faixa, que estará presente no novo EP da banda, programado para o primeiro semestre de 2019, já está disponível em todas as plataformas digitais, incluindo Spotify, Deezer, ITunes e YouTube.

Inspirada em uma das principais ruas de São Paulo, a Augusta, onde atualmente se concentram diversos bares e casas de shows da cena autoral independente brasileira, a nova música fala da primeira impressão de um visitante no local. “Tocamos algumas vezes por lá e fiquei muito inspirado pela energia da rua”, conta o australiano Luke Kiernan, baixista do King in The Belly. “Fiquei com a sensação de que ali, tudo o que importa é o momento. As pessoas que fazem a noite na Augusta parecem estar vivendo aquele único momento, e com muita intensidade, e isso é inspirador”, completa. 

Outro fato interessante sobre “Augusta’s Limits” é a arte da capa do single, feita em 8 bits pelo designer Raoni Teixeira, no estilo de videogames da década de 80, como Atari, e que dá um sabor especial ao lançamento. 

Com influência de estilos como o Garage e o Stoner Rock, o King in The Belly está baseado em Santa Rita do Sapucaí (MG), cerca de 200 km da cidade de São Paulo. Seus 6 singles lançados ao longo de 3 anos já alcançam cerca de 500 mil ouvintes no Spotify e, com shows frequentes em Minas Gerais e principalmente São Paulo, já se apresentou em eventos como o HackTown, onde foi, inclusive, banda de abertura da primeira Casa do Google Developers realizada fora dos EUA, em 2017. Também já passou por festivais como o Locomotiva (Piracicaba, SP) e Augusta City Limits (São Paulo, SP) e por casas como o Breve, pertencente ao selo Balaclava, e Augusta 339, ambas na capital paulista.

Além de Luke Kiernan, a banda tem como integrantes Ted Bertoloni (guitarra e voz), Diogo Silvério (guitarra) e Vinícius Boareto (bateria). 

Ouça “Augusta’s Limits”:




Agradecimento: Simone Catto / Denise Catto - Catto Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário