Dicas

Translate

18 de abril de 2019

Os Primórdios do Rock N' Roll

Foto: Divulgação

Com poucos dias de diferença, tivemos dois grandes eventos em São Paulo. Dia 17 de março no Espaço das Américas, pela primeira vez, a Ópera Rock Tommy, da banda seminal The Who desembarcou por aqui. E no dia 26 de março assistimos o Beatle (impossível chamar de ex) Paul McCartney.

Os dois eventos resgataram o rock que estava adormecido por esses lados. 

A ópera rock Tommy foi um marco do final dos anos 60 e começo dos 70. Nunca uma banda tinha feito um disco conceitual com tanto destaque, como o The Who. Existem algumas teorias que uma banda chamada Nirvana ( não aquela grunge dos anos 90) foi a primeira a fazer um álbum temático, mas quem ficou pra história, sem dúvida nenhuma, foi a banda formada por Pete Townshend (guitarra e voz), Roger Daltrey (vocalista), John Entwistle (baixo) e Keith Moon (bateria).

O Espaço dos Américas foi o local escolhido para o grupo teatral londrino (com atores e músicos de destaque) realizar um excelente espetáculo. Com um telão mostrando imagens do filme The Who (corra atrás, vale a pena, grandes nomes do rock participam: Tina Turner, Elton John, Eric Clapton) e intercalando com as atuações da companhia teatral, a ópera rock contagiou a todos, que ao final do evento, levantaram de suas cadeiras e curtiram as clássicas da banda inglesa. Os destaques ficam no garoto que interpreta o personagem trágico, surdo, mudo e cego, a sua única habilidade é ser campeão no pinball. E também outro destaque, a atriz que faz a mãe do garoto, o nome dela é Joanna Male, uma voz impressionante. 

Linda ópera rock, evento bem organizado, e o Espaço das Américas é um local belíssimo para eventos dessa magnitude. Aguardamos as próximas óperas-rock. Torcemos para que o rock nunca saia do radar de grandes produções estrangeiras.

Foto: Divulgação

E voltando um pouco ao berço do rock and roll, mais uma vez para a Inglaterra, Liverpool, dia 26 de março o estádio mais bonito do Brasil, Allianz Parque, teve a honra de receber Sir Paul McCartney. O músico aclamado em todo o Sistema Solar (até o Buraco Negro que descobriram esses dias deve saber quem é o Paul) voltou ao Brasil pela oitava vez.

Paul, cada vez mais, sente-se em casa, os ingressos estavam esgotados já fazia alguns meses, quem estava lá testemunhou a história do rock ali na sua frente. Foi emocionante.

Esse que vos escreve nunca tinha assistido um show do Paul, e posso dizer que foi uma das melhores experiências da minha vida. 

A banda que acompanha Paul McCartney é um tremenda Banda com B maiúsculo. Paul em quase três horas de show, não bebe UMA água, o vegetariano disse que acostumou desde a época que os Beatles ainda não eram nada, e tocavam em barzinhos na Alemanha. Lá não havia tempo para se hidratar.

Ver esse senhor de 77 anos abrindo o concerto tocando  "A Hard Day's Night" foi arrepiante. Algumas vezes eu achava meio brega a hora de "Hey Jude", meio enjoativa, mas quando você está ali com ele, você canta mais alto do que um dia poderia imaginar.

Um dos pontos altos do show: a banda de metais tocando no meio do público.
O carisma e simpatia do multi-instrumentista é de outro mundo, nós poderíamos ficar desde os anos 60 assistindo a esse show, a bem da verdade, nós estamos assistindo desde que nascemos e gostamos de boa música, essas canções já fazem parte do nosso DNA.

Valeu, Paul! Espero que você volte, o rock and roll lhe deve a imortalidade.


Setlist Paul McCartney:

A Hard Day’s Night
Save Us (Paul)
All My Loving
Letting Go (Wings)
Who Cares (Paul)
Got to get you into my life
Come on to me (Paul)
Let me roll it (Wings)
Tributo a Jimmy Hendrix – Foxy Lady
I’ve Got a Feeling
Let ‘em In (Wings)
My Valentine (Paul)
Nineteen Hundred and Eighty Five (Wings)
Maybe I’m Amazed (Paul)
I’ve Just Seen a Face (Paul)
In Spite of All The Danger (The Quarrymen)
From Me To You
Dance Tonight
Love Me Do
Blackbird
Here Today (Paul)
Queenie Eye (Paul)
Lady Madonna
Eleanor Rigby
Back in Brazil (Paul)
Fuh You (Paul)
Being For the Benefit of Mr. Kite
Something
Ob-la-di Ob-la-da
Band On The Run
Back in the USSR
Let It Be
Live And Let Die
Hey Jude
Hi, Hi, Hi (Paul)
Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band
Helter Skelter
Golden Slumbers / Carry That Weight / The End



Por: Pedro Pellegrino

Agradecimento pelo credenciamento na Ópera Rock Tommy: Fabiana Villela - Talento Comunicação / Espaço das Américas

Nenhum comentário:

Postar um comentário