Rádio Big Rock

Translate

23 de outubro de 2018

Facing Fear: banda revela o conceito por trás de "Licantropia"

Foto: Rodrigo Dantas Photografia

Muitos shows foram marcados e, até hoje, a banda conquista fãs atraídos pelos riffs, solos e muita pegada. O videoclipe oficial de “I Wanna Play the Sound” foi um presente que “Terry Painkiller” (vocal), Raphael Dantas (guitarra), Nathalia Souza (baixo) e Vall Maranhão (bateria) deram à comunidade de seguidores que se formou em torno do grupo, nos eventos e nas redes sociais. 

Para estreitar laços com o público, os músicos tiveram a ideia de comentar as composições do álbum, para que o fã conheça a fundo não apenas a melodia, mas os temas que circundam as letras. Nesta primeira reportagem Raphael e Vall comentam sobre a última música do CD, “Licantropia”. 

Quem teve a ideia foi o Vall, ele chegou com a letra e na hora achei superinteressante termos uma música com esse tema. Não sei se ele foi inspirado por alguma estória de sua terra, Maranhão, mas se encaixou perfeitamente na proposta da Facing Fear”, explica Raphael. A letra que fala de uma das lendas mais presentes na cultura mundial, inspirou o baterista desde os tempos de criança. “Eu sempre ouvia falar em lobisomem na minha infância. Uma coisa interessante do Nordeste é que é uma região cheia de lendas, relatos sobrenaturais etc… um balde cheio de inspiração (risos)”, completa Vall. 

Para um maior complemento, o baterista estudou mais sobre o assunto e foi buscar o verdadeiro significado da palavra. “Devido ao interesse nesse tipo de assunto, eu pesquisei na internet até que cheguei ao conhecimento da palavra ‘licantropia’: um homem amaldiçoado a se tornar um lobisomem. Há quem diga que psicólogos até usam essa palavra como diagnóstico, para classificar pessoas com distúrbios mentais que cometem alguns tipos de atrocidades”, informa. 

Enquanto ao efeito da música sobre o ouvinte, Maranhão deixou uma incógnita para, a critério do fã, criar suas próprias conclusões. “O legal é que a música pode mexer com a imaginação do ouvinte, deixando um ar de dúvida, se o personagem é realmente um monstro ou só um louco”, conclui.


Se você ainda não ouviu “Licantropia”, confira pelo YouTube:





Links relacionados:




Agradecimento: Leonardo M. Brauna - Brauna Music Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário