Dicas

Translate

18 de janeiro de 2019

LILT lança álbum com o melhor do fusion rock instrumental

Foto: Divulgação

A banda cearense LILT lançará, no próximo dia 18, o primeiro álbum. Assim como o rock, as dez faixas de “Solis” (Andromeda, Aurora, Borealis, Philae, Nebula, Solus, Moonlight, Cosmo, Chroma, Prisma) transmitem energia, calor vibração cósmica. O disco vem quatro anos após o nascimento da banda e o lançamento do EP Spacelapse. Com a ausência de letras, LILT explora os elementos do universo através do fusion rock instrumental.

“Solis” foi gravado no Wommusiclab e as baterias no Magnolia Produções em Fortaleza (CE), masterizado no Metropolis Mastering por em Londres, Reino Unido, e leva o selo SINEWAVE - um dos mais conceituados selos de música independente do Brasil que já lançou quase 200 trabalhos de mais de 90 artistas brasileiros. Tem em seu portfólio artistas como Macaco Bong, Huey, Kalouv e Patife Band, entre outros.

Para o álbum “Solis”, os músicos Paulo Tomé, Leo Mamede e Jones Sampaio contaram com a parceria de Billy Graziadei, dono do Firewater Studios, em Los Angeles (EUA), onde mixou o disco “Solis”. 
No mesmo estúdio já foram produzidos trabalhos das bandas Sepultura, Slipknot, Sick of it All, Cypress Hill, Onyx, Type-o-Negative, Kittie, Life of Agony, Biohazard, Suicide City, Spoiler NYC, Bloodclot, Stigma, Full Blown Chaos e Wu-Tang Clan, entre outras.

A parceria com Billy Graziadei

O encontro com o guitarrista, produtor americano e um dos fundadores da banda nova-iorquina Biohazard, Billy Graziadei, foi em 2013, em Fortaleza, quando o artista tocou na cidade.
De uma rápida conversa surgiu a oportunidade dos músicos da LILT enviarem um material por e-mail.

O telefonema de Billy ocorreu em outubro de 2017, para Paulo Tomé. Em nove minutos de papo, o líder da Biohazard elogiou o trabalho da LILT e manifestou interesse em mixar o álbum a banda. 
Neste momento, “Solis” já estava em fase de gravação e foi uma corrida contra o tempo, pois Billy pediu as faixas do álbum pré-mixadas em dez dias. 
“Billy Graziadei recebeu as dez faixas pré-mixadas e mixou o álbum Solis com total liberdade. Inseriu coisas, tirou outras, cortou trechos... Demos total liberdade a ele. Assim, tivemos o privilégio de contar com um produtor de peso internacional. Até hoje temos contato com o Billy, que tornou-se um grande parceiro”, contam os músicos da LILT.


Bio

A banda LILT nasceu em 2015, na capital cearense, com os músicos Paulo Tomé (produtor, guitarra e sintetizador), Leo Mamede (bateria) e Jones Sampaio (baixo).
Com a ausência de letras, o som da LILT mescla diversos elementos do universo. A proposta dos roqueiros é proporcionar uma viagem pelo espaço sideral a bordo de uma sinfonia cósmica em que ritmos, timbres e efeitos são protagonistas. 
Em 2015, foi lançado o EP Spacelapse. Caracterizado como uma espécie de imersão cadenciada pelo espaço, o EP tem cinco faixas compostas de efeitos, melodias, guitarras vibrantes, grooves e beats. 
“É um som para viajar pelo espaço, com sons de estrelas e áudios extraídos da Nasa, atuando como texturas para as músicas”, explicam os músicos. As faixas mostram a versatilidade e vibração da banda. 
O álbum “Solis” é o primeiro full lenght da LILT.

Site

E-mail para contato

Facebook
Instagram
Soundcloud
Spotify
Deezer
iTunes



Agradecimento: Adriana Baldin

Nenhum comentário:

Postar um comentário