Dicas

Translate

25 de fevereiro de 2019

Anthares – Sesc Belenzinho - São Paulo - 18/01/2019

Foto: Roberio Lima

Todos sabem que o Anthares é uma das grandes referências do metal brazuca, e o álbum “No Limite da Força” é um clássico incontestável entre os headbangers, que não dispensam o tradicional tênis cano longo, calça justíssima e o indefectível coletinho abarrotado de patches. Para alguns, a banda pode soar datada, mas o vigor e o prazer de tocar, ainda podem ser comprovados no último trabalho do caras; - “O Caos da Razão”, e principalmente quando os músicos estão em cima do palco. 
Nesse caso, a oportunidade mais recente de conferir o poder de fogo do Anthares ao vivo, foi no palco do Sesc Belenzinho, mais precisamente na comedoria do local. O espaço tem se mostrado muito apropriado para esse tipo de evento, e nesse ano, já  recebeu o Krisiun, em duas apresentações arrebatadoras (ver review aqui). 

O dia escolhido para o evento foi uma sexta-feira. A garoa fina que caía, não foi suficiente para afugentar o público, que antes do início do show,  já “calibrava os motores” nas proximidades do Sesc Belenzinho. Com um bom público já acomodado no local da apresentação, o show teve início pontualmente às 21:30h, como já é de praxe em eventos do Sesc. 

Foto: Roberio Lima

Diego Nogueira (vocal), Pardal (baixo), Maurício Amaral e Topperman (guitarras) e Eduardo Nicolini (bateria) tomaram seus lugares no palco para destilar o veneno contido em seus dois discos, e ainda tiveram espaço para mostrar canções que podem figurar em um próximo trabalho. A trinca inicial, teve três músicas do último disco; -  “O Caos da Razão”, “No Poço do Obscuro” e “Ócio”, que serviram para mostrar que o tempo só fez bem aos’ tiozões’. 
Diego Nogueira, já é um veterano na cena, e deixa explícita sua alegria por estar à frente do histórico grupo. Os clássicos do primeiro álbum vieram naturalmente em forma de “Vingança” e “Paranoia Final”, era o que faltava para as “guitarras imaginárias” entrarem em cena!
E as canções inédita que comentamos no início dessa matéria vieram em forma de : “Ataque Legítimo” e “Extremismo Sagrado”, e vale enfatizar que foram muito bem recebidas pelo público, e certamente estarão no hall de acertos da banda. 

O clima era amistoso, e entre uma música e outra, houve tempo para descontração entre entre os músicos e o público, que gritava . – “Hey Pardal, pega no meu P...” uma das “peças” que uma certa maioria fazia questão de repetir. Mas como já sabemos, o que interessa é o som, e quanto a isso ninguém pode reclamar. “No Limite da Força”, “Batalhas Ocultas” e “Chacina” encerraram a apresentação. E nessa última houve a aparição do garotinho Gustavo que berrava em cada refrão o título da canção. Uma noite pra se comemorar, pois não é todo o dia que presenciamos shows de bandas lendárias, como é o caso do Anthares!

Foto: Roberio Lima



Setlist Anthares: 

O Caos da Razão 
No Poço Obscuro 
Ócio 
Vingança
Paranoia Final 
Ataque Legítimo 
Pesadelo Sul-Americano 
Extremismo Sagrado
Corporação do Terror 
Fúria 
No Limite da Força 
Batalhas Ocultas 
Chacina 


Por: Roberio Lima

Agradecimento pelo credenciamento: Adriana Garcia - Sesc Belenzinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário