Dicas

Translate

27 de junho de 2019

Led Zepagain - Teatro Bradesco - São Paulo - 18/06/19

Foto: Fabio Blanes

A noite de 18 de junho de 2019 foi um retorno ao final dos anos 60 e começo dos anos 70. 
A banda tributo Led Zepagain, de Ventura, na Califórnia, se apresentou no Teatro Bradesco, em São Paulo, revivendo o período clássico da banda inglesa que deu origem ao hard rock e heavy metal como conhecemos, junto com o Deep Purple e o Black Sabbath.
Cada um dos componentes da banda estava muito bem caracterizado, tanto na aparência como na capacidade musical. A banda está celebrando 30 anos de existência com shows pelo mundo e São Paulo foi uma das cidades da América do Sul.

Foto: Fabio Blanes

As 21h06, os primeiros sons de "Rock and Roll" ecoaram da bateria de Derek Smith (John Bonham), dando inicio a uma sequencia matadora de hits do Led. Em seguida vieram "Good Times Bad Times", "Ramble on" e "Black Dog", visitando os álbuns Led I, II e IV.
Swan Montgomery (Robert Plant) interagiu em vários momentos com a plateia, falando português, fazendo piadas e até sacando seu celular para filmar parte da apresentação junto a plateia.
Logo após vieram "No Quarter", do álbum Houses of the Holly (1973), "Misty Mountain Hop", "Since I’ve Been Loving You" e "Over The Hills and Far Away".

Foto: Fabio Blanes

Impressionante a qualidade musical de Anthony David (Jimmy Page), que toca sua Gibson Les Paul Cherry Sunburst incansavelmente durante as 2h20 de show em um volume similar às apresentações da banda original, sempre muito alto.
Na sequência vieram "Wanton Song", "The Ocean" e a clássica "Stairway to Heaven", quando Jim Wooten (John Paul Jones) deixa seu contrabaixo de lado e senta-se aos teclados. São 10 minutos inesquecíveis de uma das músicas mais conhecidas do rock mundial.
O solo de bateria "Moby Dick", "Kashmir" do álbum 'Physical Graffiti' (1975), "Immigrant Song", "Heartbreaker" e "Whole Lotta Love" recheada de músicas incidentais ("How Many More Times", "Whats Is and What Should Never Be" e "Bring It On Home") fecharam o show.
A banda ainda voltaria para um encore com "Communication Breakdown" e "Nobody’s Fault But Mine".

Uma banda tributo é muito mais do que uma simples imitação; é a celebração do legado que uma reunião única de talentos deixou para a história da música. Led Zeppelin vive para sempre!


Setlist:

Rock and Roll
Good Times Bad Times
Ramble On
Black Dog
No Quarter
Misty Mountain Hop
Since I've Been Loving You
Over the Hills and Far Away
The Wanton Song
The Ocean
Stairway to Heaven
Moby Dick
Kashmir
Immigrant Song
Heartbreaker
Whole Lotta Love
How Many More Times
What Is and What Should Never Be
Bring It On Home (Willie Dixon cover)
Communication Breakdown
Nobody's Fault but Mine (Blind Willie Johnson cover)


Por: Fabio Blanes

Agradecimento pelo credenciamento: Costábile Salzano Jr. - The Ultimate Music - PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário