Rádio Big Rock

Translate

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Gigantes do Death Metal, Obituary, apresentam show histórico em São Paulo

Já se passaram dez anos, desde a primeira vinda do Obituary ao Brasil. Na ocasião causaram alvoroço quando dividiram o palco com o Sadus e Watain em três datas disputadíssimas. Graças ao sucesso dessa turnê, o Brasil se tornou rota obrigatória no itinerário da banda e isso fortaleceu ainda mais o vínculo com os fãs. Com o lançamento do mais novo trabalho (lançado em março de 2017), uma nova turnê sul-americana foi agendada e a segunda data desse giro foi marcada para acontecer em São Paulo, no Fabrique Club, casa que vem recebendo eventos com grandes nomes do cenário mundial, entre eles Extreme Noise Terror e Satirycon.


Como já é de costume, muitos headbangerscalibravam os motores nas proximidades do Fabrique Club, e pela quantidade de pessoas na porta do local, a previsão seria de casa cheia! Com o acesso liberado, muitos já se posicionavam em frente ao palco. Dessa vez não haveria bandas de abertura, o que tornou a ansiedade dos headbangers ainda maior, pois a energia daquela noite seria canalizada exclusivamente para a atração principal. A hora marcada para o início do show se aproximava, e enquanto o equipamento recebia os últimos ajustes, alguns clássicos do AC/DC rolavam nos alto falantes para homenagear Malcolm Young que havia falecido naquele dia.


Tudo pronto e já era possível ouvir o público clamando pelo início do massacre que não demorou muito para acontecer, pois Trevor Peres, Donald Tardy, Terry Butler, Kenny Andrews e John Tardy subiram ao palco para mais uma apresentação de gala! Rodas insanas já se abriram com a instrumental “Redneck Stomp”, do disco “Frozen In Time”, “Sentence Day” veio na sequência e serviu de cartão de visita para apresentar o novo álbum ao público. E como é bom ver os caras mandando ver no palco com a mesma violência de outrora! Alguns pescoços já pediam clemência tamanha a rispidez em que eram executadas as canções. “Chopped In Half” e “Turned Inside Out” do clássico “Cause Of Death” elevaram o caos, que já havia sido instaurado na pista. Trevor Peres não escondia a satisfação pela ótima receptividade e por ter a certeza que o Obituary ainda é muito relevante na cena. Como já são habitues por aqui, decidiram priorizar o novo trabalho e mandaram uma sequência com “A Lesson In Vengeance”, “Brave”, “Turned To Stone” e “Straight To Hell”, ninguém reclamou!


Chegando na parte derradeira da apresentação, e tome mais clássicos para atiçar aos que ainda resistiam ao tradicional stage diving. Com uma sequência que teve “Til Death”, “Don´t Care” era impossível não dar um mergulho. A indefectível “Slowly We Rot”, como já é de praxe, foi a última do set list, um clássico que define a banda e o estilo que ajudaram a criar. Uma noite para ficar na memória, e tenho certeza que nem a forte chuva que insistia em cair na saída do evento foi o suficiente para esfriar o ânimo dos que presenciaram mais uma apresentação histórica. Quem não foi, perdeu!



Setlist:

1- Redneck Stomp
2- Sentence Day
3- Visions In My Head
4- Chopped In Half / Turned Inside Out
5- Find The Arise
6- A Lesson In Vengence
7- Brave
8- Turned To Stoned
9- Straight To Hell
10- Dying
11- No Hope
12- Til Death
13- Don't Care
14- Slowly We Rot



Por: Roberio Lima
Fotos: Roberio Lima
Agradecimento pelo credenciamento: Luciano Piantonni - Lanciare Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário