Rádio Big Rock

Translate

1 de fevereiro de 2018

Album Reviews: Damn Youth – Breathing Insanity (2018)


                                                                                                        





Ano Lançamento: 2018


Gravadora: Cospe Fogo Gravações e Loja 255













Por: Roberio Lima


O Ceará, terra de calor intenso, é berço de mais um foco de resistência da cena underground brazuca. O Damn Youth vem desbravando espaço, além de suas fronteiras nordestinas para destilar o mais puro manifesto metálico dos últimos tempos. Seu primeiro álbum mostra isso e o ouvinte não fará muito esforço para comprovar o óbvio. O primeiro disco cheio, vem com o sugestivo nome de “Breathing Insanity”, que não por acaso, retrata exatamente o que se vê no álbum.  “Fear Within”, abre o trabalho como tem que ser! O início do som tem aquele “uh” a lá Tom Warrior, do saudoso Celtic Frost. (coincidência ou não, a referência está explícita). O vocal gritado e repleto de desespero denuncia a juventude e a luta por um espaço em meio a uma cena muitas vezes ingrata. O manifesto musical segue com “Progress” e "Education To Castrate Me" E esse desenrolar de ‘pedradas’, vai envolvendo o ouvinte saudosista daquele thrash vigoroso dos anos oitenta que provavelmente incitará os mais afoitos ao mosh involuntário, tamanha a adrenalina contida nas canções. Mas o álbum não se resume a isso, e a fusão violenta do gênero mais insano do metal, preenche com maestria os pouco mais de trinta minutos de duração do disco. Vale lembrar que os caras fizeram uma mini tour para comemorar o lançamento do disco e certamente a estrada será o principal meio de divulgação do disquinho. Nesse caso, já dá para imaginar cabeças e corpos se debatendo ao som desse, que para mim, já é um dos álbuns mais foda de 2018!

Nenhum comentário:

Postar um comentário