Rádio Big Rock

Translate

31 de março de 2018

Steve Hackett apresenta show repleto de hits em São Paulo

Para os fãs do Gênesis e do rock progressivo, o ano de 2018 já tem muito para ser comemorado.  Primeiro foi a improvável vinda de Phil Collins, que mesmo longe de seu auge, ainda foi capaz de deixar muito marmanjo de olhos marejados. Outro fato que já pode ser considerado marcante, foi à possibilidade de sermos novamente agraciados por uma visita de Steve Hackett, que dessa vez, trás na bagagem a "Genesis Revisited, Solo, Gems & GTR Tour The Force 2018!", que apresenta os clássicos da banda e de sua carreira solo. O Espaço das Américas mais uma vez foi o local escolhido para esse evento único e antes do início da apresentação foi inevitável perceber a grande movimentação de homens acompanhados de suas senhoras ou mesmo amigos para respirar os ares de uma época irretocável. Com a disposição da plateia com mesas e cadeiras, e adornada por taças e guardanapos – ainda foi possível apreciar um vinho ou até mesmo degustar um petisco com guaraná a tira colo.
 
Foto: Marcos Cesar (Bullino.Inc)

O início da apresentação que estava marcada para as 22hs, teve um atraso de aproximadamente vinte minutos - tempo suficiente para enroscar o cronograma dos que dependiam do transporte público. Essa situação sempre se transforma em um grande transtorno, mas o ofício nos obriga a focar no espetáculo. Então, vamos a ele!
“Please Don’t Touch” do disco homônimo, foi a escolhida para a abertura e, partir de então,  o guitarrista priorizou canções de sua carreira solo. Sequência que foi interrompida com “When The Heart Rules The Mind” do GTR, superbanda que ainda contava com Steve Howe do Yes. Steve ainda tocou mais duas de sua carreira solo antes de iniciar a sequência que todos esperavam para ver. “Dancing With The Moonlight Night” do icônico disco “Selling England By The Pound”, deu início ao desfile de clássicos do Gênesis. Nad Sylvan e sua voz muito similar a de Peter Gabriel e Phil
Collins, teve grande destaque e reproduziu os clássicos imortais beirando a perfeição.

Foto: Marcos Cesar (Bullino.Inc)

Aos que ainda resistiam, “The Musical Box” foi o tiro de misericórdia, e tanto o 'almofadinha' que acompanhava sua recatada esposa, como aqueles que desfilava patchs de ícones do rock progressivo, sentiram aquele friozinho na espinha. Sintoma de uma fase irrepreensível. Steve Hackett se comunicava com a plateia com frequência e fazia enorme esforço para falar algumas palavras em português. Talvez estivesse tentando retribuir o carinho do público, que sempre o recebe em suas visitas ao Brasil com enorme entusiasmo. “Los Endos” do ótimo "A Trick Of The Tail" foi o número de despedida e para os que ficaram até o fim do espetáculo e dependiam do transporte público (como eu!), teve que 'baixar' o Usain Bolt para conseguir chegar em casa.
Mesmo assim, não há como negar que essa noite ficará marcada na memória por muito tempo!

Foto: Marcos Cesar (Bullino.Inc)


Setlist:
 
Please Don´t Touch
Every Day
Behind The Smoke
El Nino
In The Skeleton Gallery
When The Heart Rules The Mind (GTR)
Icarus Ascending
Shadow Of The Hierophant
Dancing With The Moonlit Knight
One For The Vine
Inside And Out
The Foutain Of Salmacis
Firth Of Firth
The Musical Box
Supper´s Ready

Encore:
 
Los Endos



Por: Roberio Lima
Agradecimento pelo credenciamento: Fabi Villela / Estela Lopes - Talento Comunicação  /  Espaço das Américas

Nenhum comentário:

Postar um comentário