Rádio Big Rock

Translate

17 de agosto de 2018

Album Reviews - Sweet Danger – Women Leather And Hell (2016)










Ano Lançamento: 2016
Selo: Impaled Records













Por: Roberio Lima


Não é de hoje que o Sweet Danger vem remando contra a maré, e isso fica explícito em “Women, Leather And Hell”. Lançado no ano de 2016, o primeiro disco dos caras parece ter sido transportado diretamente dos áureos anos oitenta, tamanha as influências dessa época. 
 
O título do álbum já denúncia o caminho escolhido pelos rapazes e para quem curte vocais rasgados e guitarras cortantes com um que de Accept e Grim Reaper, aqui está a banda!
O cheiro de couro se irradia pelas composições contidas na bolachinha. “Invoke The Wicked” abre o disco bem ao gosto do freguês. O som é envolvente ao ponto de, sem perceber, o ouvinte já empunhar sua guitarra imaginária em um palco que só existe em seus devaneios mais insólitos. A segunda faixa “Metal Mania”, tem um videoclipe bem legal, e possui uma sonoridade muita próxima de “School Love”, clássico da lenda canadense Anvil (certamente mais uma grande influência para os rapazes). São nove canções que juntas reconstroem um cenário onde as groupies e o ronco de motocicletas dão as cartas, transitando por bares sujos em busca de diversão. 
 
O Sweet Danger é formado por figuras bastante conhecidas do cenário underground paulista, e conta com Adriano Conde (vocal), Marcelo Araújo (guitarra), Felipe Sotnas (guitarra), Allan Brasil (baixo) e Bruno Moraes (bateria). Recentemente em conversa com Marcelo Araujo, ele confidenciou a esse que vos escreve que a banda já está trabalhando no material para um segundo disco. Se seguir a pegada do primeiro disquinho, já recomendo manter a cerveja bem gelada, e os ouvidos afiados para mais metal oitentista!

Nenhum comentário:

Postar um comentário