Rádio Big Rock

Translate

sábado, 4 de novembro de 2017

Megadeth apresenta clássicos na noite de Halloween

A noite de Halloween não poderia terminar de forma melhor. Neste dia 31 de outubro, o Megadeth veio a São Paulo, no Espaço das Américas, para mais um show da turnê de Dystopia, último trabalho da banda.

Às 20:30hs, a banda convidada para abrir o show subiu ao palco, VIMIC. Contando com nada menos que Joey Jordison na bateria, que foi ovacionado pelo público, a banda conquistou o público com seu som e carisma. O vocalista Kalen Chase fazia uma grande interação com o público, pedindo mãos para o ar e arranhando um português. Inclusive fez um Mosh e foi carregado pela galera. Foi uma bela abertura e aquecimento para a atração principal da noite.


Às 22:10hs as luzes se apagaram e o telão mostrava a fabricação de um nome: Megadeth. Eis que os primeiros acordes de "Hangar 18" são tocados e levam o público ao delírio! A casa, que tem capacidade para 8 mil pessoas, estava praticamente lotada e cantou a musica em todas as suas palavras. Até acompanharam com assobios os sucessivos solos da música.
Ao término da primeira canção, a banda foi ovacionada por quase um minuto. Sem pestanejar, já lançam "The Treath is Real" e continuam mandando uma pedrada atrás da outra. A banda mostra uma grande forma e a presença de Kiko Loureiro acaba tirando um pouco do "gelo" que as apresentações do Megadeth costumavam ter.
Apenas após a sexta música, "Take no Prisioners", Mustaine para e conversa com o público. Sem poupar elogios, ele diz que a platéia está tão bonita quanto da ultima vez e anuncia um clássico: "Sweating Bullets".
Antes de tocar Dystopia, Mustaine anuncia com orgulho que a música e o disco receberam o Grammy, arrancando aplausos da galera, que estava em êxtase.
Depois da grande surpresa da noite, a música "Mechanix", a banda tocou "Peace Sellss" e sairam do palco.
Após alguns minutos, Mustaine voltou sozinho, conversou com o público, e chamou a banda com os acordes de "Holy Wars", fechando o show com chave de ouro.
Ainda que Kiko não tenha interagido tanto com o público, foi um espetáculo à parte, até ouviu gritos de Kiko, Kiko, RA! RA! RA!
A banda foi ovacionada novamente e com certeza mostrou que está mais forte do que nunca. Fizeram um show fantástico, repleto de clássicos e direto. Apesar de curto, os fãs saíram completamente satisfeitos e felizes com o show.


Mustaine disse que o Megadeth voltará em breve e isso nos leva a crer que um novo disco pode vir por aí!

Alguém pode discordar que esse foi o melhor Halloween que poderíamos ter?



Setlist:

1. “Hangar 18“
2. “The Threat Is Real“
3. “Wake Up Dead“
4. “In My Darkest Hour“
5. “Trust“
6. “Take No Prisoners“
7. “Sweating Bullets“
8. “She-Wolf”
9. “Skin O’ My Teeth“
10. “A Tout Le Monde“
11. “Tornado of Souls“
12. “Dystopia“
13. “Symphony of Destruction“
14. “Mechanix“
15. “Peace Sells“

Encore:


16. “Holy Wars… The Punishment Due“


Por: Felipe Linguaum
Agradecimento pelo credenciamento: Fabiana Villela / Estela Lopes - Espaço das Américas
Fotos gentilmente cedidas por: Leandro Anhelli

Nenhum comentário:

Postar um comentário